Como se despedir de um trabalho?

Demitir-se ou ser demitido é uma situação cada vez mais corriqueira no mundo corporativo. Hoje mesmo recebi mensagens de despedidas de dois colegas, o que me fez pensar em qual seria o tom ideal para comunicar a colegas de empresa e contatos externos a sua saída.

Um dos colegas mandou uma mensagem muito educada, por e-mail, dizendo que estava partindo da empresa para vivenciar novas oportunidades. A única coisa que destoou na mensagem foi o próprio título: “adeus”. “Adeus” é uma palavra muito forte, deve ser guardada para situações mais graves, porque dá a idéia de que nunca mais nos veremos. O melhor seria, como na música “Brilho de Beleza”, de Nego Tenga, que foi gravada por Gal Costa: “Adeus, não. Me diga até breve…”

A outra colega também mandou um e-mail dizendo que havia sido dispensada do escritório onde trabalhava. Infelizmente, situação muito corriqueira hoje em dia também. Ela só me contou que foi demitida porque é minha amiga, temos intimidade pra isso. Mas, para o público em geral, não precisamos dizer detalhes nesses casos.

O ideal em uma mensagem de despedida é, tanto quanto possível, dar um tom “pra cima”. Se for para colegas da mesma empresa, lembrar de agradecer pelo aprendizado e pela convivência durante o tempo em que esteve ali. Se for para contatos externos, cuidar para não deixar nas entrelinhas comentários maldosos sobre a empresa que se está deixando, porque isso pega muito mal no mercado - dá a impressão de falta de profissionalismo, de “cuspir no prato que comeu”, de ser mal-agradecido…

Uma coisa importante a ser lembrada no e-mail - principalmente para evitar o tom de ‘adeus’ - é deixar um contato. Se já tiver os telefones e o e-mail do seu próximo emprego, escreva. Se puder escrever também endereço, melhor ainda. Se ainda não estiver recolocado no mercado de trabalho, convém deixar um e-mail pessoal. E se você utiliza apenas o e-mail da empresa, mude já de atitude e crie um e-mail pessoal, mesmo que seja dessas contas gratuitas (hotmail, gmail, etc), para que você seja lembrado também quando não tiver mais o ’sobrenome’ da empresa…

autora: Adriane Werner
fonte: http://jornale.com.br/

................................

Mudança de emprego: atenção aos e-mails de despedida

Você recebe a notícia de que foi demitido ou que simplesmente mudará de emprego. Nesse momento, lembra-se das pessoas com as quais conviveu grande parte de seu dia durante anos e, por isso, resolve mandar um e-mail de despedida.

A idéia não é ruim, mas pode ser condenada pela empresa que você está deixando. E, para não ser mal visto, o melhor é questionar ao RH se pode mandar tal mensagem. Se a resposta for negativa, procure despedir-se pessoalmente. Caso contrário, é melhor tomar cuidado ao noticiar por correio eletrônico.

A quem interessa?
Sua saída da empresa deve ser comunicada somente para quem teve contato direto com você.

Por isso, note quais foram as pessoas que, de uma forma ou de outra, contribuíram para seu aprendizado. Depois disso, é hora de mandar o tão desejado e-mail.

Pense no conteúdo
Dramatização em demasia pode atrapalhar: nada de poemas românticos ou conteúdo emocional que exponha suas relações pessoais. Seja direto e claro.

O e-mail de despedida é como um rastro que você deixará na empresa. Use-o para comunicar, de forma clara e objetiva, sua saída, sem se perder em explicações. Ao final, agradeça e peça desculpas por qualquer equívoco, caso considere necessário.

Evite comentários e desabafos, principalmente se o motivo para a saída for sério. Nada de denegrir a imagem da empresa, mesmo estando com raiva e sentindo-se injustiçado.

Depois de escrito o texto, leia-o com atenção. Será que as frases não estão ambíguas e podem deixar dupla interpretação? Isso poderá prejudicá-lo? Para evitar esse tipo de situação, seja conciso.

autora: Flávia Furlan Nunes
fonte: http://web.infomoney.com.br/

--


Segundo Bob Nelson, é preciso fazer o que tem que ser feito e não o que lhe pedem, pois essa é a marca registrada da excelência profissional. Adote essa postura para que você possa crescer e se realizar profissionalmente. Este livro pode ajudar a que se tome uma decisão com mais critério. Para ter acesso ao livro, basta clicar na imagem ou no título acima.



postado por:
user posted image
IFDBlog

1 comentários:

¨¨*lisboa*¨¨

sábado, 02 outubro, 2010

ADorei as sugestões.

Postar um comentário